RÁDIO WEB CEDEPPE

Centro de Desenvolvimento Pessoal e Profissional de Executivos

Aqui, todos os nossos clientes são associados - Pessoas Físicas e Jurídicas

Regional Sudeste - Brasil

Somos uma associação de direito privado e sem fins lucrativos. O Centro de Desenvolvimento Pessoal e Profissional de Executivos trabalha com prefeituras municipais, empresas e profissionais universitários, todos associados e reunidos em um mesmo banco de dados,  usufruindo excelente processo de divulgação. Todos são bem pagos e não temos lucro.

O que "vendemos" ? Palestras, cursos, consultorias e assessorias organizacionais, consultorias financeiras, jurídicas e técnicas.

A Regional Sudeste do Centro de Desenvolvimento Pessoal e Profissional de Executivos  apóia iniciativas de desenvolvimento sustentável para empresas e municípios.

1. O Centro de Desenvolvimento Pessoal e Profissional de Executivos é uma organização brasileira, sem fins lucrativos desde 2001, tendo como participantes uma rede de executivos comprometida com a gestão e sistematização da qualidade, do meio ambiente e da responsabilidade social corporativa de grupos comprometidos com a  qualidade e conservação da natureza dentro do contexto social e econômico brasileiro;

 2. O Centro de Desenvolvimento Pessoal e Profissional de Executivos age baseado em sólido conhecimento técnico-científico e administrativo;

 3. O Centro de Desenvolvimento Pessoal e Profissional de Executivos pretende trabalhar cada vez mais na identificação de  problemas de conservação de recursos hídricos, de mau uso do solo, concebendo e implementando, geralmente com parceiros, projetos de caráter demonstrativo que apontam soluções para esses problemas;

 4. O Centro de Desenvolvimento Pessoal e Profissional de Executivos trabalha ativamente para que as soluções ou prioridades em termos de sistematização da qualidade e do meio ambiente sejam adotadas, incluindo treinamentos e consultorias para as certificações ISO 9001ISO 14001 e SA 8000, gerando nas cadeias produtivas como a de petroquímicos, alimentos, medicamentos, eletromecânica, e outras, produzindo boas referências  para audiências específicas e articulando ações de políticas públicas a partir dos resultados obtidos em seus projetos ou diagnósticos/ auditorias organizacionais. Também desenvolve sistematização da qualidade em prefeituras municipais com grande sucesso.

5. O Centro de Desenvolvimento Pessoal e Profissional de Executivos é comprometido com o fortalecimento do movimento ambientalista brasileiro e com o engajamento da sociedade na conservação da natureza;

 6. O Centro de Desenvolvimento Pessoal e Profissional de Executivos mantém uma ampla base social, que inclui seu quadro de afiliados, parceiros da mais alta competência.

 7. O Centro de Desenvolvimento Pessoal e Profissional de Executivos é uma instituição ágil, que administra seus recursos de forma eficaz e transparente

 8 - Lidamos com desenvolvimento sustentável. Este é o desenvolvimento capaz de suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade de atender as necessidades das futuras gerações. É o desenvolvimento que não esgota os recursos para o futuro. Essa definição surgiu na Comissão Mundial sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento, criada pelas Nações Unidas para discutir e propor meios de harmonizar dois objetivos: o desenvolvimento econômico e a conservação ambiental. Assim é nosso trabalho regional.

A economia do Sudeste é muito forte e diversificada. Os setores apresentam muito desenvolvimento e muita diversificação. A região Sudeste pertence a maior região geoeconômica do país, em termos de economia.

Além de ser a região brasileira que possui a agricultura mais desenvolvida, ela se destaca pelo seu desenvolvimento industrial: o Sudeste é responsável por mais de 70% do valor da transformação industrial do país. Com um parque industrial concentrado nas três mais populosas cidades do Brasil ? São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte ?, a industrialização dessa parte do Brasil se assemelha, em alguns aspectos, à dos países desenvolvidos do hemisfério norte.

Como nenhuma outra região brasileira, o Sudeste exerce uma formidável atração sobre a população de áreas menos desenvolvidas. Isso acarreta a superpopulação das grandes áreas industriais e, como conseqüência, a proliferação de favelas, com todos os problemas sociais que as caracterizam. Deve-se citar ainda outro aspecto problemático do Sudeste: o padrão de desenvolvimento não é uniforme em todas as partes da região; há desigualdade entre estados e até mesmo entre porções do mesmo estado. Mas, apesar de tudo isso, é a região do país com maior número de escolas, melhor atendimento médico-hospitalar e melhores condições para a pesquisa tecnológica; além disso, possui a maior frota de meios de transporte e o mais aperfeiçoado sistema de comunicações. Como a industrialização é a atividade econômica que emprega mais trabalhadores na região, cerca de 90% da população do Sudeste vive nas cidades, circunstância que facilita seu atendimento físico e cultural.

A região Sudeste é a mais importante região econômica do Brasil. A agricultura é praticada em todos os estados da região. Os principais produtos agrícolas cultivados são: cana-de-açúcar, café, algodão, milho, mandioca, arroz, feijão e frutas. A pecuária também é praticada em todos os estados da região. O maior rebanho é o de bovinos e o estado de Minas Gerais é o principal criador. Eqüinos e suínos também são encontrados. Na região Sudeste, pratica-se o extrativismo mineral. Os principais minérios explorados são ferro, manganês, ouro e pedras preciosas. As maiores jazidas são encontradas no estado de Minas Gerais.

Destacam-se as seguintes indústrias:

  • naval e petrolífera, no Rio de Janeiro e no Espírito Santo que apresenta vários campos petrolíferos que se localizam tanto em terra, quantoem mar. Osdois estados são os maiores produtores de petróleo do país;
  • automobilística,em São Paulo;
  • siderúrgica,em São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Espírito Santo;
  • petroquímica, com várias refinarias nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais.
  • celulose, sendo que a maior empresa do mundo em produção da celulosa, a Aracruz Celulose, se localiza no estado do Espírito Santo.

Existem também indústrias de produtos alimentícios, de beneficiamento de produtos agrícolas, de bebidas, de móveis, etc.

Na região Sudeste, iniciou-se a industrialização do país, tornando-se a indústria de transformação a principal divisa(dinheiro)e trabalho nos seus estados. O estado de São Paulo tornou-se o maior parque industrial da América do Sul.

As principais atividades industriais da região são:

Siderurgia e metalurgia: É nessa região que está localizada a primeira indústria do gênero, a CSN, na cidade de Volta Redonda, devido a proximidade com uma grande área mineralífera, o quadrilátero ferrífero, no estado de Minas Gerais. Também está instalada na região a Usiminas, em Ipatinga, que hoje é a maior produtora de aço bruto do país, e a Companhia Siderúrgica de Tubarão, Vitória, a 3º maior siderúrgica do Brasil.

Petrolífera: O petróleo é explorado em plataformas continentais localizadas sobretudo na bacia de campos, no Rio de Janeiro (que produz 80% do petróleo consumido no Brasil). O Espírito Santo é atualmente o segundo maior produtor de petróleo do Brasil com reservas totais de 2,5 bilhões de barris; os campos petrolíferos capixabas se localizam tanto em terra quanto em mar, em águas rasas, profundas e ultra-profundas, contendo óleo leve e pesado e gás não-associado [23]. O estado do Rio de Janeiro apresenta grande importância na prospecção de petróleo, enquanto que o estado de São Paulo apresenta uma grande importância na atividade de refino, estando localizado nesse estado as principais refinarias do país, dentre elas, a REPLAN (refinaria do planalto), de Paulínia, a maior do país. Além do petróleo, há a extração de gás natural da bacia de Santos e há até alguns anos atrás, havia a extração de betume no vale do Paraíba.

Alta tecnologia: É nessa região que está localizado o "vale do Silício" brasileiro, constituído pelas cidades de São Paulo, São José dos Campos, São Carlos e Campinas. Essas quatro cidades concentram indústrias de informática, telecomunicações, eletrônica e de outras atividades que envolvam alta tecnologia; além de possuírem importantes centros de pesquisa e importantes universidades, como o ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica),em São Josédos Campos, entre muitos outros.

Ciência

A região abriga os três maiores pólos de pesquisa e desenvolvimento do Brasil, representados pelas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Campinas, as quais respondem, respectivamente, por 28%, 17% e 10% da produção científica nacional ? segundo dados do IBGE.